/macaubasfmoficial/

Publicidade

Está no ar...
Manhã Interativa
Manhã Interativa
Com Kamila Cristina
De 08h00 às 12h00
A seguir...
103 Notícias
103 Notícias
Com Jéferson Santana
De 12h00 às 13h00
E depois tem...
Tarde de Sucessos
Tarde de Sucessos
Com Juninho Brasil
De 13h10 às 16h00

ROCK > LANÇAMENTO

Postada em 24/04/2019 ás 11h28 - atualizada em 24/04/2019 ás 11h28
Ave Sangria, cultuada banda psicodélica da década de 1970, lança o primeiro álbum em 45 anos
.
Ave Sangria, cultuada banda psicodélica da década de 1970, lança o primeiro álbum em 45 anos

Foto reprodução

O lançamento do segundo álbum de estúdio da banda pernambucana Ave Sangria – Vendavais, programado para sexta-feira, 26 de abril de 2019 – retoma, após 45 anos, o curso fonográfico de grupo que fez história na cena musical roqueira do Recife (PE) na primeira metade da década de 1970.



Em 1974, a Ave Sangria alçou voo em álbum libertário que jogou rock, MPB, blues e pop em caldeirão de sabor psicodélico.



Feito a bordo do álbum intitulado Ave Sangria, esse voo do grupo – originalmente um sexteto formado por Marco Polo (voz), Ivson Wanderley (1953 – 2015), o Ivinho (guitarra), Paulo Rafael (guitarra base, sintetizador, violão e vocal), Almir de Oliveira (baixo), Israel Semente (bateria) e Agrício Noya (percussão) – foi curto, mas influente.



A influência foi tanta que reverberou 20 anos depois, em 1994, quando Chico Science (1966 – 1997) emergiu das lamas do Mangue do Recife (PE) com a Nação Zumbi e um som que fundia guitarras e tambores com antenado mix de de maracatu, rock, eletrônica e psicodelia.



A banda Ave Sangria atualmente é centrada no trio formado por Paulo Rafael, Marco Polo (ao centro) e Almir Oliveira — Foto: Flora Negri / Divulgação



Reagrupada em 2014 com quatro dos seis integrantes originais para shows comemorativos dos 40 anos desse icônico álbum de 1974, a banda Ave Sangria – atualmente centrada no trio formado por Marco Polo (voz, composições), Almir Oliveira (voz, guitarra base, composições) e Paulo Rafael (guitarra solo e viola) – apresenta 11 músicas inéditas no álbum Vendavais. São músicas antigas, compostas entre 1972 e 1974, mas até então inéditas em disco.



Dia a dia (já previamente lançada em single), O poetaOlho da noiteSerSete minutos e a música-título Vendavais figuram no repertório do álbum.



"Esse repertório persegue as características recorrentes do grupo, indo do divertimento escrachado à morbidez de temas sombrios, da crítica social implacável ao mais delirante psicodelismo e da agressividade dos rocks pesados ao lirismo acústico das baladas", caracteriza Marco Polo, o vocalista e compositor do grupo.


FONTE: https://g1.globo.com/pop-arte/musica
PUBLICADO POR: Macaubas FM (Macaubas - BA)

COMENTÁRIOS

VEJA TAMBÉM

Web TV

...

Patrocinadores

Programação   •    Locutores   •    Notícias   •    Mural de recados   •    Agenda de shows   •    Clipes   •    Contato

© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados

Site desenvolvido pela Lenium